Sábado, 13 de Julho de 2024 12:12
27 9 9995 3478
Cultura Funcultura

Artista resgata as formas da cultura popular em exposição sobre a Vila de Itaúnas

O evento de abertura vai contar com show do grupo Forró Maruí, a fim de recriar um pouco do clima da Vila de Itaúnas, um dos mais importantes redutos do forró pé-de-serra no Brasil.

30/05/2023 07h40
Por: Redação
Artista resgata as formas da cultura popular em exposição sobre a Vila de Itaúnas

Com traços que trazem à tona as formas da cultura popular, remetendo a uma tradição própria nativa na arte de construir casas do norte do estado, com fortes raízes indígenas não declaradas e elementos da cultura quilombola, o artista Renato Filho inaugura a exposição “Poesia em Preto e Branco”, na próxima sexta-feira (02), a partir das 20h, no CEU das Artes, em Anchieta.

A exposição reúne 20 telas em grafite cuja temática gira em torno da “Nova Itaúnas”, registrando em lápis e papel os modos como a famosa vila litorânea de Conceição da Barra se reconstruiu após a antiga ser coberta pelas dunas de areia.

O evento de abertura vai contar com show do grupo Forró Maruí, a fim de recriar um pouco do clima da Vila de Itaúnas, um dos mais importantes redutos do forró pé-de-serra no Brasil.

As obras expostas remetem à formação de uma nova vila, um novo traço, um novo conceito de beleza fundada no acabamento mais rústico como modernidade, por meio do qual Renato Filho conduz o espectador a uma estética alternativa ao modelo hegemônico da arte ocidental.

A admiração do artista pela arquitetura uniu-se à sua experiência e paixão pelas artes plásticas. “A arquitetura é uma das áreas que mais gosto. Remete à minha infância, traz uma memória afetiva de quanto eu era menino, e meu pai e meu tio trabalhavam em construções no norte do estado. Passei a gostar e a ajudá-los nas atividades”, conta Renato Filho, destacando que a técnica usada nas obras – o desenho usando lápis e papel – também remete à sua infância e juventude e ao seu início no mundo das artes.

Como a exposição será realizada no período em que acontece a caminhada dos Passos de Anchieta, os andarilhos (e demais interessados) também terão oportunidade de conferir a exposição dia 11 de junho, no Instituto de Pesquisa e Conservação Marinha (IPCMar), que fica na rota da caminhada.

Posteriormente, a exposição “Poesia em Preto e Branco” será instalada em Muqui, que – assim como Anchieta – possui um valioso patrimônio arquitetônico, a primeira herdada dos tempos de auge da riqueza em torno do café, no início do século XX, a segunda por conta das construções jesuíticas que remontam ao período colonial. Por fim, a exposição chegará a Itaúnas, local de inspiração do artista para a criação das obras.

Artista plástico, cenógrafo e ilustrador, Renato Filho tem uma carreira de mais de 30 anos na arte e na cultura popular. Entre outras obras, é criador dos bonecos gigantes de Itaúnas, que encantam o carnaval, e do mural do Ticumbi, que registra a cultura popular do norte do Espírito Santo.

A exposição é realizada com recursos do Fundo de Cultura do Estado do Espírito Santo (Funcultura), por meio do edital de artes visuais, da Secretaria da Cultura (Secult). Conta ainda com apoio da Prefeitura Municipal de Anchieta, por meio da Gerência Estratégica de Cultura e Patrimônio Histórico de Anchieta (GECPH).

 

Serviço:
Exposição “Poesia em Preto e Branco”
Abertura: 02/06 (sexta-feira)
Horário: às 20h.
Local: CEU das Artes, Guanabara, Anchieta (ao lado dos Bombeiros/ Rodovia do Sol)
Visitação: até 10 de junho, das 9h às 17h

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias